O banho do recém nascido

A hora do banho pode ser muito divertida para o teu pequenino. Este pode ser um ritual agradável quando os pais chegam em casa à noite ou uma bela tradição familiar para os irmãos mais velhos. Mas às vezes é difícil manter o bebé em segurança enquanto tentas limpá-lo. Aprende a dar banho no bebé e transforma esta atividade num momento especial e seguro.
  • O teu parceiro deve estar presente nos primeiros banhos. A presença de ambos os pais ou de um dos pais e uma doula ou enfermeira é necessária, pois precisarás de uma "mãozinha".
  • Enche a banheira com alguns centímetros de água morna. Antes de colocar o bebé na banheira, mergulha o pulso na água para verificar a temperatura. A tua mão não é sensível o suficiente para identificar se a temperatura está adequada ou não. Continua durante o banho a verificar a temperatura durante o banho. Quando sentires que a água está a começar a ficar fria, está na hora de tirar o bebé da banheira.
  • Deixa todo o material necessário à mão – sabonete, paninho, toalha, fralda, muda de roupa – antes de começar, para que possas segurar o bebé o tempo todo. Quando terminares de dar o banho, enrola-o rapidamente na toalha para que não perca muito calor corporal. Enxagua-o bem, principalmente as dobrinhas, antes de colocar a fralda e a roupa.
  • Coloca o pequenino na água com as duas mãos. Passa um braço por baixo do pescoço/cabeça do bebé e segura o braço dele para manté-lo estável. Usa a outra mão para limpá-lo.
  • Usa um paninho molhado e um sabonete suave para bebés.
  • Para alguns recém-nascidos, a água é estimulante. Neste caso, é bom deixá-lo se esbaldar no banho logo pela manhã. Já outros ficam mais relaxados na banheira, então é uma atividade perfeita logo antes de dormir. O bebé não precisa tomar banho todos os dias. Duas ou três vezes por semana são suficientes, desde que limpes o rosto, pescoço, mãos e partes íntimas dele diariamente.
  • Os bebés gostam de mamar logo após o banho. Podes enrolá-lo numa toalha seca depois de enxugá-lo e amamentá-lo imediatamente com contato pele a pele.
  • Esvazia completamente a banheira logo após o uso, pois mesmo pequenas quantidades de água (apenas 3 cm de profundidade, por exemplo) já são suficientes para que o bebé se afogue.
  • Aprende a realizar a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) pediátrica. E nunca deixes o teu bebé sozinho na banheira ou sob os cuidados de outra criança, nem por um minuto.

0 comentários:

Publicar um comentário

Deixa o teu comentário!
Os comentários são moderados, pelo que podem não ser visíveis logo após o envio!