5 benefícios de amamentar após o primeiro ano de idade do bebé

Se ainda estiveres a amamentar, pode estares a perguntar-te quando será a hora de parar. Muitas mulheres começam a trajetória do aleitamento com uma data de término arbitrária em mente, geralmente em torno dos seis meses a um ano de idade.
Porém, o que acontece quando esta data chega, passa, e o teu bebé parece contente e mantém-se a mamar no peito? O aleitamento prolongado (amamentação após os 12 meses de idade) oferece muitos benefícios tanto para a mãe quanto para a criança. Aqui estão algumas das vantagens incríveis de amamentar uma criança com mais de um ano de idade:

Nutrição
O teu filho ainda vai obter grande parte do valor nutricional do leite materno durante o segundo ano de vida. O teu leite não deixa de ser nutritivo assim que a criança sopra as primeiras velinhas. Bem pelo contrário, o leite materno continua nutrindo o teu filho. Depois de um ano, o teu leite materno será perfeito para suprir todas as lacunas nutricionais que uma criança que não come de tudo pode ter. Por isso, ele é o combustível ideal para o crescimento.

Conforto
Amamentar não é só uma questão de nutrição. Também é uma fonte vital de consolo para muitos lactentes. Quando a criança bate a cabeça, tem pesadelo ou está doentinha, a proximidade do peito pode ajudar a dar conforto. Se continuares a amamentar, poderás usar este recurso para consolar a criança sempre que ela precisar. É fácil e simples. O que mais  podes querer?

Conexão
Agora que o bebé está a crescer, podem estar a passar mais tempo separados. Talvez estejas a ficar mais horas no escritório, e vendo-te obrigada a deixar o bebé numa creche ou tenhas reiniciado a tua vida social. Seja como for, amamentar pode ser uma forma excelente de te reconectares com teu filho depois de um dia separados.
Se ainda amamentas à noite, esta também é uma ótima oportunidade para se conectarem. À medida que a criança fica mais independente, podes sentir-te menos conectada a ela e sem dúvida que amamentar resolve.

Imunidade
O teu filho ainda tem um sistema imunológico imaturo. Por isso, tem um risco maior de ficar com resfriados, vírus e bactérias que causam diarreia. Amamentar continuará a dar ao bebé uma dose extra de anticorpos e imunidade vinda do teu próprio sistema imunológico.

Combustível
Há poucas coisas mais stressantes do que uma criança que não se sente bem. Tu ficas preocupada, observando como ela perde peso devido à falta de apetite. Uma criança que mama no peito, provavelmente, vai continuar a querer mamar enquanto estiver doente, mesmo se não quiser comer alimentos sólidos. Assim, podes ficar tranquila sabendo que, pelo menos, a criança estará nutrida o suficiente para se manter forte e combater a infecção.

0 comentários:

Publicar um comentário

Deixa o teu comentário!
Os comentários são moderados, pelo que podem não ser visíveis logo após o envio!