Tipos de Chá Verde + Receita de Queques de Matcha e Limão

O chá verde sofre um processamento muito curto e, em alguns casos, as temperaturas elevadas podem diminuir as suas propriedades. No Japão, são usados métodos mais sensíveis, como o vapor de água, permitindo a obtenção de uma bebida de elevada qualidade com todo o seu potencial nutricional.

SENCHA
É uma das mais conhecidas variedades de chá verde. É obtida de acordo com os métodos de processamento mais comuns, em que as folhas são submetidas ao vapor de água, enroladas, arrefecidas e embaladas de imediato.

MATCHA
Trata-se de chá verde reduzido a pó finamente moído, com um característico e vibrante tom verde. É um dos chás verdes japoneses mais reputados, cuja preparação está envolta em todo um cerimonial. É ainda amplamente usado na culinária tradicional japonesa.

GENMAICHA
“Genmaicha” deriva das palavras japonesas para “arroz integral”. Este arroz é demolhado, cozido ao vapor, em seguida tostado, tufado e por fim, misturado com Sencha ou outro chá verde, num rácio de aproximadamente 50:50. É possível apreciar a combinação de sabores do arroz tostado e da frescura do Sencha. Como é adicionado arroz integral (diminuindo a quantidade de Sencha), apresenta um baixo teor de cafeína, sendo, por isso, um chá adequado para crianças e pessoas com mais idade.

HOJICHA
O chá Hojicha é obtido ao tostar Sencha ou outro tipo de chá verde, conferindo-lhe um aroma distinto. As folhas de chá são tostadas a uma temperatura elevada e arrefecidas  imediatamente. Ao ser tostada, a cafeína é sublimada e o chá Hojicha torna-se menos amargo. Por esta razão, é um chá apreciado por toda a família.

Cada variedade de chá verde apresenta um sabor ligeiramente diferente, dependendo do processamento das suas folhas, que podem ser tostadas, moídas ou submetidas a vapor de água.

ATENÇÃO

Por conter cafeína, desaconselho o seu consumo excessivo em caso de insónias ou excitabilidade, sobretudo à noite. Assim como também não aconselho durante a gravidez e deve evitar-se quantidades elevadas destes extratos em pessoas com problemas hepáticos. O consumo regular de chá verde por dia – comummente referido entre três a cinco chávenas (de 250 ml), contudo eu não referencio mais do que uma chávena por dia – a uma temperatura moderada, constitui um hábito salutar, pois ajuda a promover a saúde em geral e é essencial para a manutenção de uma boa hidratação corporal.


QUEQUES COM MATCHA E LIMÃO
Ingredientes
1 Ovo 
2 Chávenas de farinha 
¾ Chávena de bebida de amêndoa não adoçada 
2 Colheres de chá de essência de baunilha 
1 Colher de sobremesa de fermento 
1 Colher e ¼ de sopa de Matcha 
½ Colher de chá de sal ½ Chávena de açúcar1 Limão (sumo) ½ Colher de chá de raspa de limão

Preparação
Pré-aquece o forno a 200ºC. Numa taça, junta a farinha, o fermento, a Matcha, o sal e o açúcar. Reserva. Noutra taça, mistura a bebida de amêndoa, a baunilha, o ovo, o sumo e a raspa de limão. Adiciona esta mistura líquida à mistura anterior, envolvendo cuidadosamente sem mexer demasiado. Distribui em formas de queques untadas e leva ao forno durante cerca de 15 a 20 minutos.

0 comentários:

Publicar um comentário

Deixa o teu comentário!
Os comentários são moderados, pelo que podem não ser visíveis logo após o envio!