5 passos para cuidares da tua saúde mental


Mãe de um bebé de 1 ano e 5 meses, confinada em casa à 1 ano, com saídas resumidas a 1 vez por semana...esta é a minha realidade. Nunca fui muito de sair, prezo muito o meu espaço e por isso o confinamento nunca me assustou, mas sei que esta não é a realidade de muitas de nós, por isso, destaquei 5 passos para cuidares da tua saúde mental.

Aprende a desligar e cria tranquilidade
A nossa mente funciona por associações, ou seja, rapidamente associamos o que sentimos na primeira fase de confinamento a esta nova fase, mas podemos e devemos criar novas associações.
A comunicação social pode entrar todos os dias em casa (no meu caso, não entra mesmo...não assisto notícias televisivas), seja com notícias nada positivas, com números assustadores de infetados, com a economia a sentir-se lesada, entre outras, e que vão levar com que a nossa ansiedade, medos e pensamento tóxicos invadam e controlem o nosso dia a dia, criando o medo do futuro.
Mas vamos ser diretas com a nossa mente: esta é a nossa realidade e não a podemos alterar. Sabemos todas que tudo passa, que é um ciclo, e esta é a certeza que temos de sentir, porque é mesmo assim. É necessário criarmos a nossa própria tranquilidade.

Sentires-te desmotivada é normal
Neste momento, o segredo é evitar tornares-te refém de pensamentos negativos ou tóxicos. Não deixes que estes te controlem e te façam parar ou sofrer.

Mas como fazemos para evitar isso? Viver na realidade, aqui e agora, não é tão simples quanto parece. É um exercício diário, uma adaptação para controlar o que pensamos, o que associamos. O não pensar como vai ser o futuro, pois esse ninguém o sabe, mas todos o podemos criar.

Manter uma rotina de hábitos saudáveis
Porque não meditar? 15 minutos ao sol na varanda ou na janela são o suficiente para diminuir o stresse e fortalecer a imunidade. No meu caso, que não tenho nem varanda, nem janela com muito sol (principalmente no inverno) apenas o faço quando o meu filho Dinis está a dormir a soneca...vida de mãe!
Aproveita para ouvir e dançar, opta por fazer uma boa alimentação – aquela que já está a ponderar há algum tempo, mas que ainda adotaste – socializar ou procurar atividades criativas online com amigos e família.

Planos para o futuro
Aproveita esta fase para recuperar sonhos que estavam esquecidos ou em pausa, objetivos esquecidos por falta de tempo ou coragem e que, agora, podes olhar para eles, sem medos, e planear como os tornar exequíveis.

Aproveita o momento
Como a mente funciona por associações, a fórmula é a criação de novos hábitos. E porque não adaptar a prática de desporto em casa?
Ler livros, experimentar uma nova atividade como pintar, aprender a tocar um instrumento… Faz da distância física uma aproximação de sentimentos e a mente criará associações sobre estar em casa em confinamento.

0 comentários:

Enviar um comentário

Deixa o teu comentário!
Os comentários são moderados, pelo que podem não ser visíveis logo após o envio!