In Saúde e Nutrição

Pretendes Emagrecer? Primeiro, identifica a tua patologia!

Surpreendentemente, tenho recebido bastantes pedidos para indicar alimentos ou receitas que ajudem a emagrecer.
A maioria das dietas de emagrecimento indicam, na minha visão como profissional, um caminho ERRADO de proibições: erradicar calorias, eliminar praticamente completamente hidratos de carbono, saltar refeições e beber excessivamente chá! Será este o caminho para uma vida saudável? Não esperes perder peso rapidamente, centra-te em perder gordura eficazmente! 


Os meus conselhos passarão por centralizares-te numa alimentação inteligente, focada no consumo dos alimentos com os nutrientes certos, na quantidade certa e para determinado metabolismo, que permitam contribuir para o bom funcionamento do sistema hormonal, digestivo e cardiovascular. O consumo de água e algum exercício físico diário (mesmo sendo tarefas domésticas) irão ajudar-te a alcançares aquele que deve ser o objetivo: emagrecer com saúde!

Como deves calcular, não é simples nem conciso indicar todos os alimentos que contribuem para o emagrecimento. Por esse motivo, decidi subdividir em várias publicações este tema.
Todos os alimentos que irei referenciar neste lote de publicações reforçam a eliminação das células adiposas e estimulam o funcionamento de todos os sistemas do organismo.

Bem, primeiramente é necessário verificares o que está a contribuir (ou já contribuiu) para que sofras de excesso de peso. Isto, partindo do principio que realmente possuis excesso de peso...

Primeiro de tudo regista: mede a tua altura e o teu perímetro abdominal, pesa-teidentifica onde possuis a gordura, olha para ti mesma, sem medo! Reflete sobre o que sentes que ajudou a que ganhasses gordura e esta não seja eliminada naturalmente, acima de tudo é um momento de identificares os teus pontos fracos!
De seguida identifica o teu "problema" entre todas estas patologias que te apresento:

Aumento de peso associado à menopausa
Barriga saliente e alargada
Baixa auto-estima
Digestão difícil
Desejo de ingerir determinados alimentos
Desequilíbrio hormonal
Excesso de peso após gravidez
Fome constante
Gordura abdominal
Inchaço da Tiróide - patologia clínica hipoativa
Instabilidade nos níveis de glicemia
Inchaço abdominal
Metabolismo lento
Mau humor ou apatia
Tensão arterial elevada
Stress

Se identificaste um ou mais pontos destas patologias, então aguarda pela próxima publicação, nela irei indicar o que consumir consoante determinada patologia. Curiosa? Partilha-o comigo!

Related Articles